Quais Doenças Desejamos Contrair Dos Animais De Estimação?


Pra que você fique alerta fizemos uma relação com as principais doenças, como raiva, toxoplasmose, micoses, parasitas, além de outros mais. Entre as pessoas com superior risco de serem infectadas estão garotas, idosos e pessoas com o sistema imunológico comprometido, como portadores do HIV, pessoas em tratamento com quimioterapia e que vivem em ambientes fechados com aglomerações.



No entanto, calma, não necessita continuar aterrorizado. É só tomar cuidado com vacinas ou certos hábitos para conter os riscos de infecção. Segundo Gustavo Johanson, infectologista do Hospital Albert Einstein, a mordida de outro ser humano é mais infecciosa que a de um cão ou gato. Em noventa e nove por cento dos casos, os cães são os transmissores da raiva, diz Johanson.



A doença poderá ir para o ser humano tal na mordida quanto na arranhadura. A veterinária Ana Silvia Dagnone, professora do Centro Universitário Central Paulista (UNICEP), alerta que no momento em que se chega na fase sintomática da raiva, ela é de forma acelerada fatal para seres humanos e animais. Então, é imprescindível a prevenção, com a vacinação dos animais.



Há dois tipos de doença, com sintomas diferentes. Pela raiva paralítica, o animal poderá ficar mais quieto que de hábito, apático. Na maneira raivosa, fica bravo (rosna expondo os dentes), impede ingerir água (tem espasmos doloridos pela faringe no momento em que ingere líquido), e por isso pode talvez salivar mais. A raiva só atinge mamíferos e podes desenrolar-se no momento em que o cão luta e morde morcegos (hematófagos ou frugívoros) infectados ou é picado por morcegos hematófagos ou pelo contato com outros animais infectados.



É uma situação, rara, mas mesmo um gato de apartamento poderá ter contato com um morcego. Ela explica que o contato com os oocistos das fezes de gatos doentes, geralmente acontece a partir de alimentos contaminados e areia de caixas sanitárias, parques infantis ou água de lavar alimentos. Como pela maioria das vezes a doença é assintomática, desejamos ter tido toxoplasmose e nem sequer sabemos.



Deste jeito, quando baixa a imunidade por um fundamento, a toxoplasmose poderá recrudescer e causar sinais neurológicos e até cegueira. Quando a doença é adquirida por mulheres grávidas, poderá levar à morte do feto, a malformações fetais e até microcefalia. Johanson explica que é prudente que pessoas em condições de superior risco não entrem em ambientes com gatos, pois o recinto poderá estar contaminado sem que seja possível visualizar, em grau microscópico. Para quem tem ou cuida dos gatos, mas, a dica é limpar as fezes diariamente, em razão de os oocistos fecais demoram alguns dias para se desenvolver a ponto de se tornarem infectantes.





    • 1ª Temporada (2011-2012)[editar | editar código-fonte]


    • Segundo passo para integrar uma rotina com alimento natural pra gatos


    • A movimentação do animal é elástica e potente


    • Luana Moreira Dos Santos argumentou: 30/01/12 ás 22:03


    • vinte e três O Corpo humano Fala e O Dia em que Derrotei a Mônica 08 de novembro de 2017


    • 4 Shirley, A Medium




is?irJ-OWPgAeIRkSN5PK7XAr-h7TA4_LAm58HiF


Nos animais, a doença duvidosamente dá sintomas e, para contrair o protozoário, o gato deve ingerir carne de rato ou de pombos infectados, o que faz a doença transcorrer mais em gatos que têm acesso a quintais e à avenida. Neste instante pra veterinária Ana Silvia, a responsabilidade quase nunca é dos felinos.



Por causa de a fase de eliminação de oocistos nas fezes dos gatos infectados é bastante curta e as fezes necessitam de umas horas e dias em tempo, temperatura e umidade favorável pra amadurecer e se tornarem infectantes aos seres humanos. O gato é o único animal que enterra tuas fezes, sendo assim, suas unhas costumam permanecer sujas de terra ou areia e fezes, e isso neste instante torna este ambiente bastante contaminado.