Planos De Aula

presentacin-word-web-2-0-1-728.jpg?cb=12

Encontre Como Foi O bate papo Com Fabíola Reipert


São Paulo - Camila Achutti tem 25 anos e é dona de duas startups com tópico em inovação ecom faturamentos multimilionários. Apesar do sucesso, no momento em que olha em redor, Camila não se reconhece entre seus pares. “Ser empreendedora em tecnologia é não se discernir no entorno. Vou a eventos de fundadores e só tem homens”, desabafa.


Todavia a empreendedora não tem tempo para se assustar com tua situação de minoria. Também trabalha pela primeira rodada de investimento do Mastertech, aberta este mês e que pretende atrair 2 milhões de dólares. Com o dinheiro, Camila quer amplificar o negócio e levar cursos de tecnologia a milhares de alunos. “A programação não deveria ser um final, entretanto um meio.


Da mesma forma se aprende a ler e digitar, deveríamos assimilar a programar”, defende. “Estaríamos num universo muito melhor”. Camila Achutti - Eu e o Felipe Barreiros somos sócios na Ponte 21 e no Mastertech e combinamos que seremos sócios em tudo o que a gente for fazer. A Ponte 21 nasceu quando nenhum da gente tinha dinheiro pra estabelecer uma startup, por isso pegamos o que a gente sabia fazer de melhor e começamos a empresa.


Ambos tínhamos uma intuição de que a gente não se encaixava muito no mercado corporativo de tecnologia, desta forma nos colocamos pela posição de facilitadores dessa coisa que amedrontava muita gente que era fazer software. ], e aí a gente acabou sendo contratado pelas áreas de inovação de grandes corporações. Atendemos Renault, Leroy, Itaú, grandes corporações que não tinham braço interno pra gerenciar os projetos de inovação.


É uma plataforma de educação de habilidades do século vinte e um . Nós temos 3 vertentes: tecnologia, UX e design de negócios, logo a gente fala que é um lugar para ti estudar tudo o que você quiser. A gente tem alguns modelos de geração: o maior é o Boot Camp, que é super imersivo, porém assim como temos cursos e workshops.


E como ele surgiu? Eu e o Fê nos conhecemos trabalhando com educação de tecnologia e a gente sempre teve muito alegria em aconselhar as pessoas o que a gente fazia. E a gente percebeu que a Ponte vinte e um era excelente, super lucrativa, no entanto ela distanciou um pouco a gente dessa incumbência de aconselhar tecnologia.


Foi aí que em novembro de 2015 nasceu o Mastertech. Pela real a gente não sabia que estava nascendo uma startup. Nós agora tínhamos o mote de oito semanas que vinha da Ponte 21, logo pensamos: será que em 8 semanas a gente consegue formar o profissional perfeito pra empresas?


  • Dois - Porta dos Fundos
  • ODin: mouse virtual
  • ► 2013 (65) - ► Dezembro (3)
  • um Carreira 1.1 YouTube
  • Desça a barra de rolagem e selecione o campo RODAPÉ

Em 8 semanas o que eu posso ensinar com finalidade de esse cara que vai alterar a existência dele? Como eu faço ele ter um shift de carreira em oito semanas? Assim sendo desenhamos um currículo: vamos explicar lógica, programação web, programação de app, internet das coisas, inteligência artificial, impressão 3D, e bem como gestão ágil de projetos e design thinking. Resumo da opera, dia 4 de janeiro começou o primeiro Boot Camp do Mastertech.


O curso foi visto como o primeiro Boot Camp do Brasil e a gente pensou: ‘Eita! Ou seja que isto é uma organização? E aí a gente correu, construiu site, pensou em próximas datas (porque a gente nem tinha próximas turmas , a gente realmente não percebeu que estava desenvolvendo uma corporação). Fomos com intenção de Nova York fazer benchmark, por causa de lá nos EUA na recessão de 2008 bombou um monte de Boot Camp.