Na época Da Inspeção No Zoo

is?TPZSBdfvWc8ivjZqvjrVIjvySQPRhGkz-R97l


A ursa parda Marsha, que vive no zoobotânico de Teresina (PI) desde o ano de 2011, vai receber um novo lar nos próximos dias. O juiz federal Frederico Botelho de Barros Viana, da 4ª Vara Cível da Sessão Judiciá Distrito Federal, autorizou a transferência da ursa para o santuá A ordem judicial atendeu ao pedido, em cará ção popular ingressada na presidente da Confederação Brasileira de Proteção Animal, Carolina Mourão Albuquerque.



Na ação, Albuquerque justifica que a ursa está íodo do verão de Teresina chega a marcar mais de quarenta ºC nos termômetros. A ativista destaca que o local sublime que o animal viva é em uma região com o clima ameno. Marsha tem vince e seis anos e pesa 210 kg. O magistrado destacou que a decisão é baseada em documentos técnicos que salientam a "situação de ferocidade a qual a ursa parda Marsha é submetida".



Estado do Piauí e que o clima é "bastante quente". Um lugar na Associação Mata Ciliar está O espaço, segundo Albuquerque, tem piscinas para a ursa se refrescar do calor, á é adaptado com troncos de á A ativista argumentou que o próximo passo é entrar em contato com um país com clima frio pra saber se existe interesse em receber Marsha.



Albuquerque afirmou que ela e outros dois ativistas vão custear a reforma do lugar. Segundo Albuquerque, a ursa Marsha chegou ao Brasil por São Paulo ainda filhote perto com as ursas Ira e Ká Misha. Os ursos são de origem de regiões da terra onde existe frequente neve, umidade alta e baixas temperaturas, como a Rússia. Marsha vivia confinada com mais três ursos –Ira, Mischa e Ká –dentro de um baú de um caminhão de um circo, que estava no município de Quatipuru (PA). Os animais foram resgatados pelo Ibama (Instituto Brasileiro do Meio ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) e Marsha, Ira e Mischa foram levados pro zoobotânico de Teresina.



Já a ursa Ká Zoológico Santuário de Canindé (CE) para fazer companhia ao urso Dimas, também resgatado de outro circo. Os ursos Mischa e Ira morreram, em 2015 e 2016, respectivamente. O secretário de Ecossistema do Piauí, Ziza Carvalho, negou que maus-tratos ou a alta temperatura tenham influenciado nas mortes dos dois animais.



Segundo Carvalho, os ursos eram velhos, debilitados por terem passado a existência dentro de um caminhão baú e morreram na idade avançada, de "razão natural". Em 2015, a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) no Piauí pediu a Justiça a interdição imediata do Parque Zoobotânico de Teresina por suspeita de irregularidades no funcionamento do lugar.



Segundo a OAB, os animais estariam sem ganhar tratamento de saúde adequado, com exercício de remédios vencidos e alguns vieram a óbito. Pela época da inspeção no zoo, a OAB constatou que um dos três ursos estava com uma ferida pela cabeça e não estava recebendo tratamento veteriná Desde setembro, ativistas vinham guerreando na transferência de Marsha pra outro recinto com clima mais ameno.



  • Sete A cura, em 2004

  • dois Etimologia e motivo

  • trinta/01/2018 11h13 Atualizado 30/01/2018 14h58

  • No diabete

  • seis Prêmios e indicações

  • A comida é mais gostosa e saudável

  • Depois de refeições


Segundo Albuquerque, após ela ver de perto vídeos da ursa fazendo movimentos repetitivos dentro do recinto e um buraco escavado no lugar que o animal fica, foi tomada a decisão de solicitar a Justiça que ela fosse pra um santuá Uma petição on-line pedindo a transferência de Marsha já ção, afirmando que não é apenas o calor que aflige a ursa, porém a alimentação inadequada.



O diretor do zoobotânico de Teresina, José Renato Uchôa, declara que a ursa é bem tratada e que desde que chegou ao ambiente está ído de forma especial para ela e os 2 ursos que faleceram. O ambiente tem piscina e cascata com gotejamento de á O espaço tem uma á ², além de uma maternidade de 200 m². Ele justifica que o movimento frequente que Marsha fez inscrito em vídeo é no momento em que ela domina que o tratador está