Dieta Líquida 3 Dias

Dicas Para Perder gordura


Eu me chamo Rita e sou editora de moda sênior da revista Glamour Brasil. Desde que me mudei pra São Paulo para fazer escola, em 2002, vivo numa eterna e famosa briga com a balança e a imagem que tenho de mim, entretanto parece que essa luta está enfim chegando ao encerramento.


Vem aqui que eu vou te mencionar. Com o objetivo de completar, comia a comida regrada da minha mãe, que era a todo o momento fácil, saudável e o mais considerável: nos horários certos. Agora em SP, localizei que podia consumir tudo o que eu queria porque não tinha ninguém “cuidando” de mim; era eu que decidia o que iria almoçar e jantar.


Aí foi que as coisas começaram a oferecer incorreto, afinal, fazia deliciosas (no entanto péssimas) alternativas, como almoçar hambúrguer ou macarronada, tomando refrigerante e ainda comendo brigadeiro ou pudim de sobremesa. Fora as pizzas à noite pela república que eu morava. Ou miojo. Foram 8kg a mais - e confesso que eu acredito até pouco quando olho para trás e vejo o que fazia sem dó nem sequer piedade com meu organismo.


De lá até hoje, neste momento fiz 1000 regimes. Tinha tempos que eu emagrecia 10kg e ficava super animada e me sentindo bem, uma delícia! E desta forma voltava a comer e ingerir sem culpa visto que né, estava magra. Aí engordava tudo de novo. No final do ano passado, eu estava bem desanimada.


Glúteos Flácidos E Caídos: Seis Dicas Pra Fortificar E Oferecer Um "UP" No Bumbum

Desanimada como nunca estive antes pela vida. Com meu peso máximo, o superior que agora cheguei, e, o pior de tudo, me sentindo pela primeira vez sem saúde nenhuma. A toda a hora quis perder gordura para me constatar perfeita. Não relacionava isso a ter saúde e sim só para entrar numa calça 38. Que grande erro o meu! Estava pesquisando uma imagem equivocada de mim e deixei de lado a pesquisa pelo meu bem-estar.


Percebi que a circunstância estava bem péssimo inclusive até quando não aguentava subir um lance de escada sem quase morrer de tanta falta de ar. Foi aí que o alarme bateu e me dei conta que a minha situação não estava sensacional de verdade. Colesterol limítrofe apareceu no check-up de sangue (de novo). Sono, muito sono, cansaço mesmo após acordar de uma noite longa, inexistência de vontade de fazer qualquer coisa, e MUITA fome, a todo o momento.


Foi quando vi uma colega de trabalho fazendo um regime que encontrei radical e fiquei logo interessada, pois que adoro desafios. Perguntei o que ela estava fazendo e ela me comentou que era o tal do Pronokal. Fui pesquisar e vi que era o programa de perda de calorias conhecido como a “dieta dos astronautas”, já que as comidas são em pó. Até a Sasha Meneghel fez. Opa - você escreveu pó? A localizei, pelo menos, curioso e fui testar. Primeiro de tudo, uma fato muito respeitável!


  1. O Abacaxi melhorar a saúde da pele e dos cabelos, por conter vitamina C e betacaroteno,
  2. Opção 2: Um polenguinho light
  3. ½ xícara (chá) de feijão branco
  4. Um copo de vitamina de abacate

Decidi fazer este regime por quarenta dias (não mais que isto) pelo motivo de achava que nesse período conseguiria um efeito que era o que eu aguardava. Eu descobri excelente também, pelo motivo de o mês de dezembro foi pesado com intenção de mim de serviço - logo, quando fazia um shake no meio daquela correria maluca que estava meu dia, eu achava fascinante e prático. E sim, era bem prático.


hero_front_1_29-6-2016.png

A primeira semana foi ótima e prontamente perdi dois,7kg. Empolguei. Na segunda semana, eu localizei que cada refeição tem uma quantidade necessária de proteína que temos que comer todos os dias deste processo, deste modo pouco importava o sabor de cada refeição, correto? Aí ficou ainda menos difícil continuar, em razão de não sofria quando avenida o pacotinho da tal comida que eu não estava lá muito a fim de ingerir. O mais complicado para mim foram as vontades que passei. Eu não sentia fome, porém muita desejo de ingerir tudo que eu estrada meus amigos comendo.


Zinco O Mineral Que Ajuda A Emagrecer

Por que desistira gora? Decidi que iria ingerir a ceia da minha mãe no natal e almoçar e almoçar fora da dieta no dia do réveillon. Tirando isto, cumpri cem por cento do programa. Estava me sentindo bem, com mais insistência e animada, entretanto ainda pensando se o que eu tinha feito era correto uma vez que, durante este tempo, o que mais passava na minha cabeça era que aquilo não era comida. Por isso, me perguntava se era essa a melhor para perder calorias.