Ampliar A Velocidade Da Web No Ubuntu


Avaliação de Airton Lopes / Há quem diga que a disputa entre iPhone 5 e Galaxy S4 na coroa de melhor smartphone é bobagem, pois o One deixa ambos pra trás. Preferências à fração, o aparelho da HTC é indiscutivelmente o Android com design mais atraente e traz uma configuração exuberante, com tela full HD de quatro,sete polegadas e processador de 4 núcleos.



À primeira visibilidade, a câmera de 4 MP parece tímida. Contudo, ao invés de exagerar na resolução, a HTC investiu em recursos pra que imagens feitas com pouca iluminação apresentem menos ruídos que as feitas pelos rivais em oito MP e treze MP. Nos testes, as imagens do One em cenas escuras ficaram de fato melhores.is?YswGOt1LXZNp0wAlTvL_TwVKt-IXiWsvGqUDZ Entretanto, em ambientes bem iluminados, apesar de muito boas, elas registram menos detalhes. A filmagem normal é feita em um 080p. Baixando a resolução, apresenta pra gravar vídeos com uma taxa de noventa e seis quadros por segundo para comprar o efeito de câmera lenta. Como não há suspeita de lançamento no Brasil, a compra do One adiciona algumas surpresas. Pela versão europeia avaliada pelo INFOlab, o 4G não funcionou. Avaliação de Leonardo Veras / Um celular, como todo produto, é o consequência de uma série de comprometimentos.



Ao apadrinhar um determinado design ou conjunto de recursos, os fabricantes sempre são forçados a sacrificar algo antes mesmo de sequer declarar o preço conclusão do aparelho. No mercado do Android atual nada representa melhor este dilema do que a comparação entre o Galaxy S4 e o HTC One. São duas filosofias completamente diferentes: sempre que a Samsung se pergunta "qual é o design que carecemos adotar pra implementar a superior quantidade possível de recursos?



HTC questiona "que recursos são possíveis dentro dos limites de um estabelecido design? O alumínio de fato proporciona uma "pegada" sólida ao One, no entanto ele é amplo além da medida para ser manuseado confortavelmente com apenas uma mão. Comparando, o Galaxy S4 tem dimensões iguais às do One apesar de possuir uma tela maior (quatro,7 contra 5). A posição da câmera também tem seus problemas: o dedo indicador frequentemente acaba se apoiando bem em cima da lente. A todo o momento lembre- se de conduzir um pano de microfibra consigo se você pretende retirar fotos com o One.



É óbvio que a HTC deu muita atenção pra basta clicar no seguinte Artigo construção física desse telefone. Com efeito, muito do agradável pertence ao insatisfatório por este aparelho deriva precisamente desta pergunta. Você pode aspirar ler mais qualquer coisa mais completo relativo a isso, se for do seu interesse recomendo navegador no website que deu origem minha artigo e compartilhamento destas informações, veja basta clicar no seguinte artigo e leia mais sobre o assunto. Os componentes internos são organizados como uma pirâmide invertida, com a bateria instalada logo abaixo da tela, o que explica porque esta não poderia ser removível. Do mesmo modo, o projeto denso do basta clicar no Seguinte artigo telefone, aliado ao corpo de metal, fornece outra dimensão aos problemas de geração de calor. O One esquenta muito durante a gravação de filmes longos, tais como. Mas, no momento em que me refiro a design, refiro-me a um conjunto de estilos que vão além da aparência do aparelho e determinam o seu propósito.



  • Cuidado com links em mensagens instantâneas e mídias sociais

  • um - Sonhe na tecnologia como um meio de aproximação

  • A personalidade é a característica da marca

  • vinte e oito/09/09 21:Quarenta e dois - Rodolpho

  • Ou você tem ótimos preços e se posiciona como líder em custos

  • 01 - Atualize a toda a hora teu Sistema Operacional


A aplicação da HTC ao design é a realização de uma visão muito clara sobre a atividade do One, a respeito de pra quê ele serve.is?YswGOt1LXZNp0wAlTvL_TwVKt-IXiWsvGqUDZ Inclusive até quando a Samsung e a HTC decidem por componentes idênticos, a diferença entre os dois é clara: ambos usam utilizam o Snapdragon 600, entretanto o clock de CPU do One é ligeiramente pequeno (1,9 GHz versus 1,7 GHz). Era imprescindível preservar a temperatura e o consumo de energia do One sob controle graças a das restrições de design que mencionei acima. Isso se traduz, é claro, em resultados normalmente inferiores nos benchmarks.



Ainda assim sendo, devo admitir que após mais de um mês usando os dois celulares, minha assimilação é que o funcionamento prático de ambos é quase semelhante. Mesmo que o Android tenha seus dificuldades de performance inconsistente, tanto S4 quanto One são muito rápidos. Creio que a única autorização que a HTC fez no tema do design foi esculpir lacunas no organismo de alumínio para que este não interferisse com as ondas de rádio. No fim de contas, um celular tem que auxiliar como celular, por mais formoso que seja. Supostamente, a solução deu certo.



Quanto ao 4G, a HTC implementou o LTE Cat 3, com um limite teórico de download de cem Mbit/s. O One foi o primeiro smartphone a apadrinhar o modelo de Wi-Fi 802.11ac, com suporte a duas bandas de operação (dois,5 GHz e cinco GHz), latência melhorada e uma série de outros privilégios.



No caso do One, o chip podes atingir velocidades de transferência de até 433 Mbit/s, todavia apenas nas melhores condições. A desvantagem óbvia é que ele deve se conectar a um aparelho que também tenha Wi-Fi ac pra funcionar. Como o modelo ainda não foi formalmente ratificado na IEEE, roteadores que o suportam ainda são relativamente raros, de forma especial no Brasil.



Por sorte, tínhamos um desses roteadores à mão, mais particularmente, o Belkin AC 1200 DB. Em jeito TDP, o iPerf acusou uma velocidade de transferência de pouco mais da metade do limite teórico: 225 Mbit/s. O resultado é fantástica, porém, pra um smartphone, este grau de velocidade tem poucas aplicações. Na prática, o maior efeito do Wi-Fi ac é a diminuição do consumo de bateria: como as transferências são mais rápidas, o chip de Wi-Fi poderá passar mais tempo inativo. Como todo ótimo Android lançado pouco tempo atrás, esse smartphone suporta Wi-Fi Direct e pode enviar imagens e som para TVs compatíveis com Miracast. Além das estrelas Wi-Fi ac e LTE, o One apresenta um fantástico elenco de coadjuvantes. Ele detém NFC, Bluetooth quatro.0, infravermelho, GPS, GLONASS e a microUSB de a todo o momento. Fiquei impressionado com o NCF, que funciona sem cada problema apesar do corpo humano de metal.