Alimentos Proibidos Que, Sim, Você Pode Comer Pela Dieta Low Carb

04292008021-vi.jpg


Macarrão é um queridinho no cardápio de muita gente, em tão alto grau que ele tem até um dia só pra ele, comemorado nesta quarta-feira (vinte e cinco) no Brasil e em países como Estados unidos, México, Itália, Alemanha, Turquia e Venezuela. Sim, sabemos que massa é uma delícia, contudo como fazer macarrão de uma maneira que o prato não se torne um amplo vilão na dieta? Para saber como fazer macarrão de uma forma mais saudável, vale prestar atenção a fatos que vão desde a escolha da massa até o preparo dos molhos que irão compor o prato. O Delas pediu assistência de uma nutricionista e de uma chef especializada em gastronomia funcional pra deixar esse prato tão querido mais "magrinho".



Leia bem como: Como deixar as comidinhas do dia a dia mais saudáveis? Esse o primeiro passo. Você podes atacar de MasterChef e preparar a massa fresca em residência, porém se quiser economizar serviço pela cozinha, é possível encontrar versões saudáveis no mercado.



De acordo com a nutricionista Aline Quissak, uma dica é optar na versão integral do alimento. Os produtos integrais são carboidratos de pequeno índice glicêmico, e com isto, produzem menos picos de açúcar no sangue. No momento em que existe um desses picos, muito açucar - energia - é levado pra células. Indico ler um pouco mais sobre isso por intermédio do site plano de aceleração do emagrecimento reclame aqui (https://Necessitae.com/pae). Trata-se de uma das melhores fontes sobre este assunto na internet. Se for mais elas precisam - mais do que é gasto com a atividade física, como por exemplo - essa energia se acumula e, depois, vira gordura. Imediatamente os alimentos integrais causam menos picos e, com isto, a absorção da energia acontece de modo mais lenta e gradual.





    • Um xícara de chá de champignon laminado


    • Curso em video Como Continuar Com Os Glúteos e Pernas Tonificadas


    • L’AIR DU TEMPS BY NINA RICCI


    • 1 peito de frango


    • Sendo assim, juntar a couve-flor, a batata e o caldo, misturar e deixar a sopa ferver


    • 2 xícaras(chá) de abóbora cabotian em cubos


    • Faça sua refeição com calma, mastigue pausadamente e desfrute de sua comida favorita





Também, os produtos feitos de grãos integrais mantêm mais fibras e nutrientes que aqueles feitos a partir de farinha refinada, como a farinha de trigo branca. As fibras assim como fazem com o procedimento de absorção e de digestão seja mais vagaroso.



Aline ainda indica outras novidades do mercado, como macarrão de feijão. E também ser um item integral, ele é feito da farinha de feijão e, com isso, acaba sendo também uma fonte de fibra. Apesar do nome, o sabor não lembra em nada o convencional feijão do dia a dia.



Fique bem como atenta ao rótulo do alimento. Um macarrão de arroz ou de milho é um carboidrato refinado do mesmo jeito que o de farinha de trigo, segundo a nutricionista. É preciso que, na embalagem, a farinha integral seja o primeiro objeto dos ingredientes para, aí sim, termos um macarrão integral e de menor índice glicêmico.



Ele pode ser enriquecido com outros ingredientes, como uma massa integral com quinoa. Se não tiver à aplicação uma massa integral, Aline ainda recomenda optar pelas massas frescas no lugar das duras, comercializadas com caixinhas ou saquinhos, que são mais industrializadas, passam por mais processsos até surgir à prateleira e perdem mais nutrientes. Ao imaginar em como fazer macarrão de forma saudável, vale também se reparar aos ingredientes. Cuidado com queijos gordurosos e gordos, a título de exemplo. Uma dica é agrupar folhas, legumes e vegetais ao preparo. É possível, por exemplo, fazer um espaguete com couve manteiga fatiada bem fininha ou incrementar a massa com cenoura, abobrinha ou berinjela. Agrupar esses ingredientes plano de aceleração do emagrecimento reclame aqui tem duas vantagens.



Eles ajudam a conter o índice glicêmico, visto que agregam fibras e nutrientes ao prato. E também fazem com que se coma menos massa por fim. Outra dica sensacional é apostar em tomates frescos como complemento. Essa fruta traz benefícios como acudir contra a retenção de líquidos, oferecer mais saciedade e ainda ser rica em antioxidantes, que auxiliam no emagrecimento de um modo geral. A opinião acima não leva molho, contudo se você não abre mão deste produto na hora de fazer macarrão, tente aprontar molhos também magrinhos e fuja dos industrializados. Pra ajudar, a chef especializada em gastronomia funcional Malu Lobo ensina três molhos clássicos em versões bem saudáveis. Em uma panela, coloque água para ferver.



Ela será utilizada pra ajudar e despelar o tomate. Faça um corte em X no fundo dos tomates e afunde um a uma na água fervente. Deixe os tomates pela água pr 30 segundos, em torno de. Logo depois, retire-os da panela e os coloque numa bacia com água gelada, deste jeito a pele vai se soltar com facilidade e o cozimento será descontinuado.



Retire as peles e as sementes dos tomates e corte-os em cubos. Se usar o tomate pelado, o preparo começa por aqui. Só os corte grosseiramente. Corte também a cebola em cubinhos e amasse bem o alho. Corte ainda as cenouras em cubos pequenos.