Vinte Dicas Pra Perder calorias Sem Passar Fome


Os chamados suplementos termogênicos são produtos que têm se tornado muito conhecidos nos últimos anos, que asseguram perda de peso e uma melhor performance física. Os termogênicos são substâncias que agem aumentando a temperatura corporal por intermédio da estimulação dos sistemas cardiovascular, respiratório e nervoso central.ENTOSPARAGANHARMASSAMUSCULARAD-vi.jpg Os resultados da termogênese são um acréscimo do metabolismo basal e uma maior queima de gordura, o que assistência o paciente a perder calorias. A dificuldade é que os resultados destes suplementos não são isentos de efeitos secundários, alguns deles mais claro, como mudanças do humor, boca seca, tremores e insônia, e outros mais graves, tais como arritmias cardíacas, infarto e AVC.



Nos últimos anos, várias agências governamentais de controle de substâncias, incluindo a brasileira ANVISA, têm emitido resoluções proibindo a venda de alguns suplementos para queimar gordura termogênicos, devido aos seus riscos para verifique neste link aqui agora saúde. A cada ano que passa, a tabela de produtos banidos têm aumentado. Por este post vamos fazer uma revisão a respeito os suplementos termogênicos, abordando a sua constituição e possíveis efeitos prejudiciais.



Atenção: para que não haja desarrumação, é necessário realçar que falaremos exclusivamente sobre isso suplementos termogênicos, que são produtos industrializados comercializados sob a maneira de cápsulas ou comprimidos. O texto não irá aproximar-se o tópico "alimentos termogênicos", pois estes, se consumidos de forma equilibrada, não trazem traço à saúde. O que é um complemento termogênico? Chamamos de complemento termogênico as substâncias que ajudam a acelerar o metabolismo e a ampliar a temperatura corporal, ajudando na queima de gorduras e perda de peso.



O forte apelo nos meios de comunicação social e a promessa de redução de gordura com resultados rápidos têm contribuído pra exercício irresponsável dessas substâncias na população, sem que a mesma seja devidamente esclarecida sobre os riscos envolvidos. Nesse fundamento, os órgãos governamentais ao redor do mundo tem fechado o cerco contra a comercialização indiscriminada desses produtos. A constituição dos complementos termogênicos tem vindo a Meu Web Site se trocar no decorrer dos anos por conta da contínuo atualização da lista de alimentos para emagrecer de substâncias comercialmente banidas. A retirada constante de suplementos termogênicos inseguros tem acarretado em dois efeitos: uma superior segurança pros usuários, porém ao custo de uma perda significativa do efeito emagrecedor. Substâncias que possuem grande atividade estimuladora do metabolismo, como a efedrina e a dimethylamylamine (DMAA), presentes em várias marcas de termogênicos, foram banidas em incalculáveis países, incluindo o Brasil, devido ao teu grande traço de complicações cardiovasculares. Na atualidade, os termogênicos mais famosos utilizam a cafeína e a sinefrina (Citrus auranthium) como substâncias termogênicas principais. Se quiser saber mais dicas sobre deste tema, recomendo a leitura em outro incrível web site navegando pelo hiperlink a a frente: suplemento queimar gordura (http://www.componentstogo.com/foods-for-weight-loss).



  • > Dicas como diminuir a barriga indesejável

  • Suco Detox Amarelo com Gengibre

  • Limite as gorduras ruins: manteiga, creme, queijo, molhos gordurosos,…

  • Contribuir no tratamento de gripes

  • cinco HTP Natrol aumenta naturalmente os níveis do hormônio do bem-estar serotonina

  • Experimente coisas outras


Como existem imensas marcas diferentes, com composições completamente distintas, vamos fazer um levantamento das principais substâncias presentes nos complementos termogênicos mais vendidos no Brasil e no universo. Obs: algumas vezes, a substância ativa não é obviamente descrita no rótulo do item, sendo mascarada por meio do uso do nome científico da planta que lhe oferece origem.Suplementosdeportivos-vi.jpg A todo o momento que possível, descreverei o nome da substância ativa e a sua planta de origem para facilitar a identificação.



Efedrina - a efedrina (efedra) é uma substância derivada da planta Ephedra sinica ou Ma huang. Molecularmente parelho a anfetamina, a efedrina era muito utilizada junto à cafeína como suplemento termogênico, visando emagrecimento e acrescento da performance atlética. Apesar da sua extenso efetividade e popularidade, os termogênicos à base de efedrina tem sido banidos em o mundo todo, devido ao alto risco de efeitos prejudiciais. Um estudo conduzido entre 1997 e 1999, com usuários de termogênicos à apoio de efedrina, encontrou muitos casos de pressão alta, arritmias cardíacas, infarto do miocárdio, acaso vascular cerebral (AVC) e incerteza convulsiva. No mínimo dez casos evoluíram para o óbito e treze levaram à invalidez eterno. Destes vinte e três relatos mais graves, nove ocorreram em pessoas que não tinham fatores de risco e haviam consumido as doses recomendadas pelo fabricante. Cafeína - a cafeína é a substância estimulante mais consumida em o mundo todo e tem sido usada de modo quase universal nos termogênicos permitidos comercialmente.



Estudos comprovam que o consumo de até 400 mg de cafeína por dia é seguro nos adultos (30 ml de café expresso retém entre trinta e 90 mg de cafeína). Nos jovens ainda não se tem definida uma quantidade de cafeína diária segura, entretanto porventura ela é pequeno que o limite de quatrocentos mg dos adultos. A cafeína não é tão competente para redução de gordura quanto as banidas substâncias derivadas da anfetamina, o que faz com que a tua dosagem nos termogênicos seja bem elevada, de forma a compensar a baixa efetividade. Alguns produtos termogênicos chegam a fornecer mais de 800 mg de cafeína por dia, o que é mais do que o dobro da dose considerada segura. Doses muito elevadas aumentam o risco de arritmias e isquemia cardíaca. A cafeína nos termogênicos é geralmente obtida através de pó de café, guaraná ou chá verde.



Sinefrina - A sinefrina, obtida por meio da Citrus auranthium, assim como conhecida como laranja-azeda ou laranja-amarga, é uma substância idêntico à efedrina, entretanto mais fraca. Com a proibição da efedrina, a sinefrina obteve popularidade e vem sendo frequentemente utilizada em liga com doses elevadas de cafeína. Apesar de mais fraca e menos capaz que a efedrina, a sinefrina de forma alguma talvez seja considerada uma substância isenta de riscos.